supermercado online

Ferramentas de finanças: Ajudam, mas não funcionam sem você

      Tem gente que aposta todas as esperanças em ter boas ferramentas de finanças, mas não se empenham para que seu planejamento dê certo. Seguindo esse caminho, só o que você vai fazer é se frustrar e se desmotivar em relação aos seus objetivos. Educação e disciplina de finanças garantem boas economias, enquanto que a ferramentas apenas dão suporte.

Quem faz a mudança é você, não as ferramentas de finanças

      Se educar financeiramente é um caminho longo de responsabilidade e planejamento para atingir suas prioridades definidas. Uma planilha não trará a economia, mas auxiliará você a tomar decisões corretas para seus objetivos. No entanto, só você pode tomar as atitudes, diariamente, que vão levá-lo(a) ao sucesso, tornando você o personagem mais importante desse desafio.

Como trabalham as ferramentas de finanças?ferramentas de finanças

      Vamos parar por um momento pensar: Quais as funções dessas ferramentas de finanças? Vão ser úteis na sua rotina? O que você espera de retorno delas? Qual é o motivo de você não usar uma dessas ferramentas?

      Imagine que você fez uma tabela de acompanhamento das suas finanças. Apenas se essa tabela estiver atualizada, ela será uma representação do seu cenário atual. A ferramenta mostra sua funcionalidade no decorrer dos preenchimentos periódicos dos dados. Aliás, os resultados podem ser bem desagradáveis, revelando quais são os seus maiores gastos. Quem vai converter essa informação em economia só pode ser você.

      A tendência é que você se desenvolve, conforme você alimenta e adapta a ferramenta ao seu estilo de vida. Faça do registro, atualização e leitura dos seus resultados um objetivo. Mas devemos ressaltar que você pode ser bem sucedido no seu planejamento sem qualquer ferramenta de finanças, o que é um fato interessante. No final das contas, você é responsável pela sua economia.

Quais ferramentas de finanças você deve usar?

      Vejamos algumas opções de ferramentas para melhor controle financeiro. Vamos para alguns passos para começar a utilizar essa grande ajuda:

1) Inicie com o mais básico. Registre quanto você recebe e quanto você gasta. Em seguida, faça algumas categorias de gastos e comece a aplicar suas compras com cartão ou dinheiro nessa classificação.
2) Vá testando diferentes estruturas de registro dessas informações. Considere usar planilhas, aplicativos, cadernos e outros organizadores. Veja em qual desses meios você se adapta melhor e comece seu processo, sempre com calma e com organização.
3) Desenvolva novas técnicas e raciocínios durante essa atividade. O ideal é você usar as ferramentas de finanças da maneira mais condizente possível com o seu perfil. Pense em adaptações que vão contribuir com seu planejamento e teste. Depois, anote como se sentiu com esses testes e decida se vai continuar com esse modelo.

      As ferramentas de finanças podem ajudar muito, mas podem prejudicar se usadas de maneira errada ou com dados errados. Caso você esteja usando a ferramenta de maneira correta e ainda assim seus planos não estão melhorando, analise a ferramenta e repense em novas adaptações para o seu dia-a-dia.

Sua tabela vai gostar muito de ver o valor das suas compras de supermercado diminuírem! Use o etanto e veja uma economia de até 40% sobre toda a sua lista de compras.

Fonte: https://dinheirama.com/ferramentas-financeiras-sozinhas-saldo/

EASYMARKET SERVICOS DIGITAIS LTDA
CNPJ: 32.313.577/0001-40