supermercado online

Reserva financeira: como começar em 3 passos

      Como os cenários da economia estão bem incertos, ter uma reserva financeira é uma inteligente atitude para te dar mais segurança e tranquilidade.

      Economizar um determinado valor pode ser o começo dessa difícil tarefa, porém certamente ela envolve outras etapas. Você deve ter em mente que ter uma poupança é importante para os diversos imprevistos que podem surgir no seu mês. Confira os passos básicos para começar sua reserva financeira:

Faça sua reserva financeira em 3 passos

      Todo cuidado é pouco quando nos referimos à saúde financeira, pois, de repente, podemos cometer um erro e acabar se envolvendo em dívidas desnecessárias. Diferente do que muitos dizem, fazer a gestão das suas finanças pessoais não é só conhecer seu perfil, definir gastos e receitas mensais. Temos que pensar no nosso futuro, incluindo planos e objetivos de vida.

      Veja quais passos são fundamentais para fazer esse fundo de emergência:

1. Faça suas economias antes de passar aperto

      Comece a fazer sua reserva financeira quando não estiver apertado(a)! Assim, com suas contas mais básicas sendo pagas em dia, você poderá iniciar essa importante economia. Lembrando que a regra é guardar agora para se proteger no futuro.

      Outra parte bem importante é você classificar suas contas para definir o que é essencial e o que é supérfluo. Assim conseguirá ver se está gastando mais do que deveria com coisas que você ficaria sem. Aqui você também deve calcular qual o seu gasto mensal com todas suas assinaturas e se você as está utilizando. Como essas cobranças são automáticas, decida se continuará com o serviço antes de entrar na sua fatura.

reserva financeira2. Poupe, rigorosamente, todo mês. Tenha metas baixas no começo

      Se o costume de economizar for algo novo para você, pense em começar separando entre 5% a 10% da sua renda. Esse valor pode parecer pequeno, mas será relevante em situações emergenciais.

      Muita gente vê a reserva financeira de maneira precipitada, achando que a finalidade dela é está relacionada com viagens mais caras, entrada de um carro etc. O mais importante é garantir um valor razoável para gastos emergenciais! Assim, nessas difíceis circunstâncias nas quais precisamos de dinheiro rapidamente, não cederemos a empréstimos e outras capitalizações muito prejudiciais.

      O mais importante aqui é: 1) evite o máximo possível usar crédito ou cheque especial. 2) se precisar, pesquise muito bem quais são as opções de crédito com melhores condições. Tenha muita cautela com as alternativas que são previamente aprovadas, mas têm taxas de juros altíssimas.

3. Comece a fazer investimentos para ter uma melhor rentabilidade

      Por conta da inflação, sabemos que ter um determinado valor parado na conta é “perder dinheiro”. Dessa forma, ter uma conta na poupança é o mínimo que você pode fazer para fazer sua economia render um pouco. Caso você possa fazer uma reserva na qual não precisará do dinheiro nos próximos meses, você também pode buscar fundos de investimentos e outras aplicações seguras com boa liquidez.

      Saber colocar as suas economias no lugar certo é tão importante quanto economizar em si, principalmente se você já tem um valor guardado razoável. Consulte seu banco para conhecer as opções de aplicação financeira e os valores mínimos.

Ter uma boa reserva financeira vai te ajudar muito a passar por crises e situações difíceis sem ter que ceder a opções que vão gerar uma série de complicações para você. Use o etanto para para economizar em compras de supermercado e atinja suas metas de valores guardados mensalmente!

Fonte: https://financaspessoais.organizze.com.br/3-dicas-para-criar-uma-reserva-financeira-agora/

EASYMARKET SERVICOS DIGITAIS LTDA
CNPJ: 32.313.577/0001-40